Monday, February 12, 2007

Lost - S03E07 - Not In Portland - Spoilers

Ok, Lost is Back. Eu parei com as outras reviews, mas Lost... Bom, Lost é Lost, hehehehehe.

A primeira coisa que eu tenho a dizer é que as coincidências nos flashbacks começaram a parecer que não são realmente coincidências. Afinal, o Ethan aparece no primeiro flashback da Juliet como um desconhecido (apesar de que no primeiro momento achei que ela estivesse na ilha, e depois não pensei mais nisso). Isso me faz pensar que todos os encontros nos flashbacks não são coincidências. Tem algo aí que a gente não viu ainda.

Algumas respostas vieram, mas elas sempre trazem algo para pensar a respeito, algum mistério a mais. Existe outra ilha. Apesar de eu relutar com a idéia desde o começo, acredito que seja a melhor explicação para os Outros, como eles aparecem e desaparecem misteriosamente. E faço algumas advinhações para o futuro - quando o Locke chegar no topo da montanha e olhar para o Norte, ele verá a outra ilha. Outra coisa - as duas ilhas serviram para os experimentos da Dharma, mas os mais interessantes ficavam na ilha em que o avião caiu. E por que os Outros moram na outra ilha? Por que todas as coisas místicas acontecem na ilha dos lostaways? E o que diabos é o monstro de fumaça? (rs).

Agora, sobre a história da Juliet - acho que ela não é exatamente alguém dos outros, ela tem pouco poder de comando, e o grau do conhecimento dela sobre as experiências da ilha nós não sabemos ainda. Nós sabemos que ela não nasceu na ilha, que ela está lá a três anos fazendo experimentos sobre fertilidade (digo isso porque essa é a especialidade dela). Ela é uma prisioneira, assim como Jack (e ouso dizer, assim como todos os tripulantes sobreviventes da queda do avião são prisioneiros na outra ilha - porque se fosse diferente, os Outros teriam chamado um resgate, não????).

Ela quer voltar para casa, obviamente para ter notícias da irmã (me pergunto se ela tem acesso a alguma informação sobre a irmã, visto que ela sabia "tudo" sobre o Jack). Mas eu acho que o Ben não cumprirá essa promessa, por um motivo simples: algo aconteceu desde que o céu ficou roxo, nas palavras de Tom/Zeke, algo que impediria ir até um hospital. E eu acredito que ele tenha maiores informações sobre isso do que a Juliet, acredito inclusive que ele é superior na hierarquia da ilha em relação a ela. O Jack sacou que nem ele nem a Juliet sairá da ilha tão cedo, na cena final.

Agora que o Sawyer e a Kate não tinham mais utilidade, todo mundo concorda em matá-los (inclusive a Juliet). Duvido que a Kate não irá tentar salvar o Jack. Sério.

Acredito que matar o Danny foi um mal necessário. Digo isso porque ele estava tão descontrolado que se tornou uma ameaça para os próprios Outros.

Alguns fatos desconexos:

Juliet é o nome verdadeiro da Juliet. E aparentemente Tom é mesmo o nome do Zeke. Eu preferia Sr. Amigável.

Quem seria a mulher de 26 anos do raio-x? A Colleen?? Estou apontando nessa direção porque ela é a única mulher nessa faixa etária na vila dos Outros que a gente conhece.

Quem traz mais pessoas para a "causa" dos Outros não é o Ben. Acredito que talvez ele não tenha saído da ilha muito, se é que ele saiu algum dia.

Eu não sei se Jacob é o líder, mas por que tentar matar o Ben se o que você quer é sair da ilha? Digo isso por causa da cena da Juliet com os cartazes... Algo que já deveria ter pensado antes...

Por que fazer lavagem cerebral nas pessoas??? O Carl é uma pessoa de fora, como a Juliet? Se for, a Juliet passou pelo processo de lavagem cerebral também? As frases são perturbadoras também. Deus te ama tanto quanto ama Jacob. Que Jacob? O tal de Jacob mencionado anteriormente??? Ou o Jacob da bíblia? Sobre esse Jacob, resumindo muito a história, posso dizer que: Ele é filho de Isaac que é filho de Abraão e tem um irmão gêmeo. Segundo a bíblia, Jacob é responsável pela origem da população judia.

Frases:

Dr. Alpert: Well, actually we're not quite in Portland. (Bem, na verdade nós não estamos em Portland).

Sawyer: Don't get mad at me, just 'cause you were dumb enough to fall for the old Wookiee prisoner gag. (Não fique bravo comigo só porque você foi burro o suficiente para cair no velho truque do Wookie prisioneiro).

Friday, December 08, 2006

Supernatural - S02E09 - Croatoan - Spoilers

Ok, eu admito que não tenho atualizado muito o site ultimamente e que estão faltando duas reviews de Veronica Mars e as reviews de Supernatural de acordo com a Warner Channel. Contudo, vou começar pelo final das minhas obrigações e postar o review do último episódio de Supernatural nos EUA (e, como acho que não irão transmitir novos episódios no holiday break - feriado de natal e ano novo - é provavelmente o último episódio do ano).

Eu gosto de histórias desse tipo. Apesar de ter sido bem Resident Evil (os jogos, não vi os filmes - e não sou fãs de filmes desse estilo, o que é controverso, eu sei). A história de um vírus mutante que se transmite pelo sangue é bem interessante. Principalmente porque você não pode ter ciência de qual é o tamanho da extensão da coisa. Em minutos uma cidade inteira está infectada, quem sabe quanto tempo demorará para infectar o país, o continente e por fim o mundo.

As diferenças com Resident Evil é que as pessoas não viraram zumbis e mantinham a consciência (também não se transformaram naqueles zumbis mais 'bonitos', quem joga sabe de que estou falando). Apesar de que elas só tinham uma função, pelo visto, viver para infectar outras pessoas.

Gostei também da especulação do Pai Winchester em seu diário de que talvez Croatoan seja um demônio (pelo final do episódio - um demônio que possa ser possuído pelo demônio de olho amarelo ou o próprio demônio de olho amarelo), e acho que ele está certo. Acho também que o fato de todos terem desaparecido pela manhã estranho. Será que eles foram contaminar outros locais? Será que eles se tornaram igual ao Duaine?

Eu tinha certeza de que o Dean não abandonaria o Sam. E o Sam também deveria ter certeza disso. Ele não ouviu o que o Dean disse no episódio "Children Shouldn't Play With Dead Things"? Sem o Sam, o Dean não tem motivos para continuar sozinho.

Bom, o Sam é imune ao vírus. Não sabemos bem porque ainda, mas se Croatoan for o demônio de olhos amarelos, a gente acaba por entender porque ele teria interesse em matar as crianças no seu sexto mensário, ou pelo menos, traumatizá-las. A intenção de transformá-los em assassinos é interessante, já que eles seriam os únicos a sobreviver no caso de uma infecção global.

Ainda sobre o Sam. Estou começando a achar que as visões dele são manipuladas pelo demônio. Talvez o demônio tenha algo a ver com o poder que todos receberam.

E que final maldito. Eu também quero saber o que o John te falou Dean! Por favor, conte logo. Espero que pelo menos no próximo episódio ele conte, porque a gente tem que saber esse segredo para entender as coisas...

Ah! Acho que sei quem colocou o Croatoan no poste. O Duaine. Eu sei que ele deve estar possuído como a Meg e que eles poderiam exorcizar o demônio, mas tenho o pressentimento de que o Dean deveria ter matado esse cara. E talvez o Sam tenha tido a visão para impedir que isso acontecesse...

Frases:

Sam: This is the dumbest thing you’ve ever done. (Essa é a coisa mais burra que você já fez).
Dean: I don’t know about that. Remember that waitress in Tampa? Brrr.... (Eu acho que não. Lembra daquela garçonete em Tampa? Brrr...)

Man at Barricade: Say, why don't you get out of the car and we'll talk a little? (Então, que tal você sair do carro e a gente conversar um pouco?)
Dean: Well, you are a handsome devil but I don't swing that way. Sorry! (Bem, você é um demônio bonito, mas eu não gosto desse tipo de coisa. Desculpa!)

Friday, November 17, 2006

Supernatural - S02E02 - Everybody Loves a Clown - Warner

Muito bom episódio.

Acho que a história do palhaço assassino é pano de fundo aqui - o mais importante é apresentar os novos personagens e a situação atual entre Sam e Dean. Vou começar falando do palhaço - pessoalmente, não acho palhaços assustadores, e só descobri que existiam pessoas com medo de palhaços em um episódio da Buffy, Nightmares, em que Xander tem medo de palhaços. Acho que isso depende de criança para criança. Entendo que o Sam tenha medo de palhaço e q o Dean faça de tudo para zoar esse medo (primeiro com a palhaça anã, "Vc pegou o telefone dela?", depois deixando a cadeira em forma de palhaço para o irmão sentar - cena hilária na minha opinião). Mas foi um tema interessante, especialmente pq o demônio não era exatamente um palhaço, apenas usava a fantasia para poder entrar nas casas. Eu num tinha gostado muito do ceguinho não, mas num percebi q era ele o verdadeiro demônio (eu sou lenta nessas horas). Ah! E eu q achava latão inútil, descobri uma utilidade - matar Rakshasa.

Quanto aos personagens novos: eu gostei muito do Ash, pelo apelo cômico q ele tem, mas num sei ainda se vai ter um interesse para a série. Vamos aguardar a evolução. Acho q a Ellen terá um papel de mentora às vezes, apontando alguns casos para os dois como o John fazia. Talvez ela acolha os rapazes como se fossem seus filhos, num sei. Acho q ela teve um caso com o John, apesar da relutância do Dean para tal idéia. Não sei se gostei da Jo. Ficou meio óbvio q ela apareceu para fazer par com o Dean, mas após ver o episódio pela segunda vez, gostei um pouco mais dela. Vamos ver como a série evolui.

Agora, a grande questão do episódio - como os irmãos estão lidando com a morte do pai e q é claramente apresentada na cena final. O Sam está com remorsos por ter sempre brigado com John, mas, acho, o problema dele não é tão grave, pq ele assumiu q não está bem e ele sabe o q ele tem q enfrentar. O Dean se fechou em si, e não assumiu ainda q não está bem, apesar de ter colocado toda a sua raiva no metallicar, q é o seu bem mais valioso. Sem contar q ele está mantendo segredo sobre o q o pai lhe contou (repare na cena q o Dean só derrama algumas lágrimas depois de mentir para o irmão - para mim isso mostra o q é o problema - ter segredos entre ele e o irmão), sem contar q ele sente q deve proteger o Sam no momento. Por isso q ele tenta passar a imagem de q está tudo bem. Espero q esses desencontros não estraguem a relação entre os dois, pq é essa relação q faz a série. Mas, ainda tá no começo da temporada para saber.

Minha cena favorita foi ver os dois andando naquela van. A música diz tudo =] Bom q, apesar de ser um episódio sério, eles não esquecem de colocar um pouco de humor.

Por fim - aplausos para a continuidade do show. Apesar de já ter passado uma semana, eles ainda estão se recuperando do ataque do demônio, com machucados a vista e tbm pela história de q Dean tem medo de voar, voltando ao comecinho da primeira temporada.

Frases:

Dean: Hey man. (Hey, cara)
Ash: Yeah?
Dean: I dig the haircut. (Gostei do corte de cabelo)
Ash: All business up front, party in the back. (Todo sério na frente, só festa na parte de trás).

Dean: You still bust out crying whenever you see Ronald McDonald on the television. (Você ainda cai no choro toda vez que vê Ronald McDonald na televisão).
Sam: At least I'm not afraid of flying. (Pelo menos eu não tenho medo de voar)
Dean: Planes crash! (Aviões caem!)
Sam: And apparently clowns kill. (E, aparentemente, palhaços matam).

Supernatural - S02E08 - Crossroad Blues - Spoilers

Que episódio foi esse? Deixou com gostinho de quero mais (provavelmente por causa do "Soon" no final e a cena em que o Dean finalmente conta o segredo que ele vem guardando).

Bom tudo começa com um caso de uma morte estranha em que os jornais noticiam que o falecido vinha ligando na polícia, dizendo ser atormentado por cachorros pretos grandes.

Ao investigar a história, eles descobrem que esse cara e mais algumas pessoas fizeram um trato com um demônio em um cruzamento, para terem algo que desejavam por 10 anos. Então, o demônio retornaria e levaria a alma deles ao inferno, como pagamento. E para salvar o último a estar vivo, eles têm que fazer um pacto com o demônio, mais especificamente o Dean.

Adorei o jeito que o Dean manipulou o demônio. No começo foi de forma meio óbvia, dava para desconfiar que havia algo no carro. Mas a segunda vez me pegou meio desprevinida. O demônio deveria saber melhor antes de mexer com um Winchester.

A história foi muito bem bolada. Primeiro para mostrar os sentimentos do Dean com relação a dar a vida para alguém (especialmente o caso do Evan), que foi o que seu pai fez. Foi interessante também deixar a verdade clara para o Dean, que teve mesmo um pacto e que o pai dele está no inferno sofrendo. Isso para colocar mais culpa no personagem (ele podia pelo menos estar no céu, não?).

Também foi interessante pela inversão de papéis. O Sam tomando conta do Dean e dizendo para ele deixar para trás o que aconteceu (assim como o Dean fez com o Sam no episódio da Bloody Mary).

Muito interessante também a história do homem mais velho que convocou o demônio em primeiro lugar. E a culpa que ele sentia por ter convocado o demônio e agora queria pagar pelo que fez.

Toda a coisa de cachorros do inferno me lembrou de... Harry Potter, hahahahaha! Mas nesse caso era um cachorro bom.

O episódio trouxe algumas direções do que vai acontecer. As coisas vão ficar piores, porque o remorso corrói o Dean. Ele realmente queria que o pai não tivesse feito o acordo e sente que a culpa é dele. Nesse ponto, o demônio tem razão. Acho que essa vai ser a questão da temporada.

Por fim - cada cena que eles mostraram dos próximos capítulos me deixou com vontade de ver a temporada inteira, queria que estivesse em dvd, disponível assim. Espero que a audiência nos Estados Unidos aumente, é uma série que merece ser assistida. É bem gravada, as atuações estão cada vez melhores, e as histórias são interessantes.

Frases:

Dean: What the hell was that for? (Para que diabos foi isso?)
Demon: Sealing the deal. (Fechar o acordo)
Dean: You know, I usually like to be warned before I’m violated with demon tongue. (Você sabe, eu costumeiramente prefiro ser avisado antes de ser violado por uma língua de demônio).

Dean: I don’t know what this thing is. (Eu não sei o que é isso)
Sam: You mean Carly’s Myspace address? (Você quer dizer o endereço no myspace da Carly?)
Dean: Yeah, Myspace. What the hell is that? Seriously, is that like, some sort of porn site? (É, myspace. O que é isso? Sério, é algo como um tipo de site pornô?)

Sam: In fact the authorities are a little confused as to how a wild dog could get past the doorman, take the elevator up, and start roaming the halls of the cushiest joint in town. (Na verdade, as autoridades estão um pouco confusas sobre como um cachorro conseguiria passar pelo porteiro, subir de elevador e então começar a destruir as paredes do mais chique local da cidade).

Sim, eu acho que se o Dean soubesse que o pai está no inferno alguns minutos antes, ele teria feito o acordo com o demônio e não salvaria a vida do Evan.

Supernatural - S02E07 - The Usual Suspects - Spoilers

Ficou faltando essa review. Então vai ser rapidinho, porque a próxima será do episódio antes do hiatus nos Estados Unidos.

Nesse episódio a polícia finalmente chega nos rapazes, por todos os crimes que eles cometem (na verdade são pequenos crimes, mas o Dean já tinha a ficha suja por causa do episódio Skin da primeira temporada e agora a polícia sabe que ele não morreu). O problema é que tem algo sobrenatural agindo e eles não podem fazer nada.

Adorei a Linda Blair nesse episódio. Ela realmente ficou bem no papel da detetive que começa a ver coisas do além.

Foi legal também que a coisa sobrenatural não era culpada, e sim um espírito que vinha para avisar as pessoas sobre a sua morte. O culpado era o parceiro da Linda Blair, um tira corrupto.

Foi um excelente episódio, mas não trouxe muito de desenvolvimento para a trama (apenas que agora eles são fugitivos).

Frases:

Dean: What do you think, Scully, want to check it out? (O que você acha, Scully, quer checar isso?)
Sam: I’m not Scully, you’re Scully. (Eu não sou a Scully, você é Scully)
Dean: No, I’m Mulder. You’re a red-headed woman. (Não eu sou o Mulder. Você é uma mulher de cabelos vermelhos)

Sheridan: Talk directly into the camera, start by stating your name for the record. (Fale direto para a câmera, comece dizendo o seu nome para a gravação)
Dean: My name is Dean Winchester. I’m an Aquarius, I enjoy sunsets, long walks on the beach, and frisky women. (Meu nome é Dean Winchester. Eu sou aquariano, Eu gosto de pôr-do-sol, longas caminhadas na praia e mulheres que sejam enérgicas)

Veronica Mars - S03E03 - Of Vice and Men

Vou fazer um post pequeno, porque não gostei muito desse episódio. Toda a emoção aconteceu no finalzinho.
Acho que a Veronica está próxima de descobrir quem é o estuprador. Digo isso porque o que aconteceu pareceu mais uma ameaça do estilo "para de fuçar aonde não é chamado" do que uma tentativa de qualquer outra coisa.
Pode ser também um imitador... Mas me pareceu mais uma ameaça. Mostrar para a Veronica que ela não está a salvo dele.
A história do namorado sumido foi interessante para mostrar uma lição a Veronica, mas não me chamou a atenção.
Os pontos altos foram a chantagem do Vinnie com o Keith, a cena no River Stix e a cena final.
O que me deixou menos interessada no episódio foi a premissa de que todos os homens são ratos. Achei que o alibi do Mercer também não era motivo para tanta bronca da Veronica. Poderia ser bem pior. No fim ela aprendeu uma lição.
O Keith terminou o caso. Bom para você Keith!

Frase:

Veronica: "I think we all learned a valuable lesson about faith. You give it to the people you love, but the people who really deserve it are the ones that come through even when you don't love them enough." (Acho que todos aprendemos uma lição valiosa sobre a fé. Você a concede as pessoas que ama, mas as pessoas que realmente merecem são aquelas que ficam do seu lado mesmo quando você não as ama o suficiente).

Friday, November 10, 2006

Lost - S03E06 - I Do - Spoilers

Esse episódio fechou um ciclo de seis episódios, que é tudo que a gente merece por sermos boas pessoas nesse ano de 2006. Se quisermos mais, teremos que pedir para o Papai Noel trazer fevereiro depressa.

Antes do início da temporada eu li uma reportagem com um dos produtores da série dizendo que a 1ª temporada foi sobre os lostaways, a 2ª sobre a escotilha e a 3ª seria sobre os Outros. Que descobriríamos os segredos desses personagens. Mas o que a gente sabe até agora sobre os Outros?

A primeira coisa que eles fizeram ao ver um acidente aéreo sério (o avião se partiu no meio), foi mandar pessoas para saber se havia sobreviventes, mas não para ajudá-los, essas pessoas deveriam se infiltrar, passar por passageiros do avião e fazer listas sobre quem eram essas pessoas e quais eram boas.

Depois eles tiveram procedimentos diferentes. A cauda do avião caiu, aparentemente, mais próximo da cidade ou vila dos Outros, então eles seqüestraram várias pessoas (a última foi a aeromoça Cindy), deixando para trás somente Ana-Lucia, Libby, Eko e Bernard (sendo que destes, 3 estão mortos). Já o pessoal do meio do avião se organizou mais depressa, teve mais privilégios, e por isso eles foram seqüestrando aos poucos, conforme a oportunidade. Primeiro foi a Claire. Então, o Walt. E por fim, Kate, Sawyer e Jack.

Sabemos que eles usam qualquer meio necessário para conseguir o que querem. O Charlie estava no caminho do Ethan. Acabou pendurado numa árvore, para impedir que os seus amigos fossem atrás da Claire. A Jangada foi destruída, para que Michael, Jin e Sawyer não fossem atrás do Walt. E o Hurley foi trazido pelo Michael até a Pala Feri para voltar e informar que ninguém deveria buscar por Kate, Sawyer e Jack.

Ainda, os Outros são especialistas em manipulação. Mesmo assim, usaram drogas para manter a Claire com eles (provavelmente porque ela estava grávida e seria mais perigoso submetê-la a joguinhos de mente).

Por fim, sabemos que eles gostam de levar crianças, e que eles se auto-denominam pessoas boas, razão pela qual eles só abduzem pessoas boas.

Agora o que a gente descobriu mesmo nesses últimos episódios é que o chefe dos Outros, Ben, está com um tumor na coluna. Por causa desse tumor, ele buscou investigar os sobreviventes (única explicação para ele se deixar capturar pela armadilha da Danielle), e resolveu seqüestrar o médico cirurgião de coluna que estava no grupo.

O grande plano do Ben? Bom, eu acredito agora que ele, como pessoa boa que é, bolou dois planos: o plano A - fazer com que o Jack acreditasse que os Outros são as pessoas boas, fazê-lo gostar dessas pessoas, a ponto de querer salvar a vida do seu chefe (o que não é lá um bom plano, se você é uma pessoa com um tumor agressivo na coluna, com prognósticos não muito bons, por que ficar gastando tempo para convencer alguém a operá-lo?); e o plano B - capturou mais duas pessoas, a Kate, por quem o doutor tem uma certa queda e Sawyer, o interesse romântico da Kate, e esse plano foi colocado logo em prática (banho e vestido para ela quebrar pedras em frente ao Sawyer, depois ceder-lhe um novo par de roupas, visto que eles estão em jaulas de frente para a outra, a possibilidade de sair de uma das jaulas, todo o episódio com flashback do Sawyer e até a história de estarem numa ilha separada, tudo funcionou para transformar a química que existia entre eles em algo mais), para que, se o doutor se recusar a operar, usar a Kate para forçá-lo a agir de forma diferente.

Acontece que a Juliet não está muito satisfeita em ser subordinada ao Ben. Ela vê a história do tumor do Ben como uma forma de ter o poder para ela mesma. E com a chegada do Jack, seus planos têm que se aperfeiçoar, porque agora há a possibilidade de o Ben ser operado e voltar ao normal. Por isso, ela tenta manipular o Jack também. Assim, ela mostra as radiografias do Ben (provavelmente a mando do próprio, visto que o plano A deles gastaria muito tempo, tempo que o Ben não possui de sobra) e depois fez aquele videozinho caseiro. Nesse aspecto, acho que ela é muito mais perigosa que o Ben. Por que ela se esforça para parecer um anjo para o Jack.

Bom, o que importa é que o plano A, ou pretenso plano A porque não havia tempo para colocar esse plano em prática, acabou falhando, então eles usaram o plano B, mostrando a Kate e o Sawyer na mesma jaula, num momento íntimo...

E agora o flashback bobo do Jack no começo da temporada começou a ter relevância. Porque ele já foi traído uma vez. E todos sabem como ele ficou obsessivo depois disso. E acho que é por causa do que aconteceu nessa época que os Outros fizeram esse plano. Eles não esperavam outra atitude do Jack. Eles acreditaram que ele faria a operação pela Kate. Sim, os Outros são bons em manipular as pessoas. Mas o Jack é muito melhor quando resolve fazer a mesma coisa.

Bom, o Sawyer disse uma vez para a Kate - "Um tigre não muda as suas listras. Você foge, eu dou golpes". E o flashback da Kate mostrou isso. Ela tentou ser uma pessoa normal. Tentou ficar em uma casa, ser casada. Eu até acredito que ela realmente amou o marido. E por isso fica a questão - ela vai fugir ou não?

Na cena em que o Pickett (posso deixar manifesto aqui quanto ele é um babaca e um imbecil por não entender que ele mesmo, ao viver sacaneando os sobreviventes, é mais culpado pela morte da mulher do que o Sawyer que estava numa jaula quando ela tomou um tiro na barriga? Mais culpado do que a própria Sun que atirou na mulher dele até) tira o Sawyer da jaula, tem uma parte em que parece que nós somos uma terceira pessoa observando escondida atrás de galhos. Eu aposto que a Alex. E aposto que ela irá ajudar a Kate. ELA É UMA BOA PESSOA :) Ou assim eu espero. Só acho que a história do namorado dela... Me parece manipulação também... Ela disse para Kate que eles vão matar o namorado dela também, e me pareceu manipulação. Assim como a história de estarem em ilhas separadas serviu para manter o Sawyer obediente como um cão.

Quanto ao pessoal na ilha original, ou os não seqüestrados, eles fazem um enterro para o Mr. Eko. Para isso, John busca o "Jesus Sitck" do Eko. Ao colocar este para marcar o túmulo John recebe o último conselho sobre o caminho a ser rumado - ir ao Norte.

Quero MUITO ver o que segue!

Frases:
Ben: Well Jack I'm very disappointed in your decision. (Bem, Jack, estou muito desapontado com a sua decisão.)
Jack: Well Ben, at least you won't have to be disappointed for very long! (Bom Ben, pelo menos você não vai ficar desapontado por muito tempo!).

Por fim - o Pickett diz que o Jack nunca esteve na lista (das pessoas boas a serem abduzidas) do Jacob. Quem diabos é Jacob? É o nome do meio do Ethan? É uma pessoa superiora ao Ben? É um outro espião? Mais somente em fevereiro. Eu queria saber mais sobre a Penny Widmore (namorada do Desmond). Espero que isso aconteça.

Dez de dez.
Lica

Thursday, November 09, 2006

Veronica Mars - S03E06 - Hi, Infidelity - Spoilers

A Veronica é pega plagiando outro trabalho? Não, na verdade é uma armação do ajudante do professor, para mostrar para ela como o professor na verdade é um idiota... Esse foi o caso principal dessa semana e eu tenho que admitir que não me deixou nem um pouco intrigada...

Todo mundo fez algo infiel nesse episódio (com exceção da Veronica que foi acusada injustamente).

Os pontos altos dessa semana foi o lance entre o Keith e a Harmony (eu já tinha sentido um clima ali), que se encontraram várias vezes como "amigos". No fim, a Harmony deixa claro as intenções dela. E apesar de o Keith querer ir embora, ele quer mais ficar com ela. A cena da batida do carro com a música ("I1m not in love" - eu não estou apaixonado) contudo foi muito interessante... Pode ser considerado um sinal de que era para o Keith ficar. Mesmo assim eu preferiria se ele não fosse. Sempre falo - não faça com os outros o que você não desejaria que fizessem com você.

Fiquei com dó do Piz. Ele tenta um encontro com a Veronica e ela leva o Logan. Está claro que ele gosta dela, mas acho que alguém não percebeu... E a Parker está afim do Piz, mas está claro que ela não tem uma chance.

Quanto aos estupros - descobrimos na semana passada que a Claire fingiu o próprio estupro para tentar pegar os Sigma Pis. E ela e a Nish ficam bravas com a Veronica pelas conseqüências desse ato - a Claire é expulsa de Hearst e a Nish perde o cargo de editora por não publicar a verdade no caso da Claire. Bom, mas elas deviam saber uma coisa - não adianta tentar fazer justiça pelas próprias mãos, principalmente se vocês não conseguem provas contra quem vocês acham serem culpados...

Ainda sobre os estupros. A Parker reconheceu o cheiro da colônia do Mercer, e após uma investigação rápida a Veronica descobriu que o cara tem uma máquina para raspar cabelo no armário. Ela entrega o Mercer para o Lamb. Após o Mercer ser preso, o Logan diz a Veronica que ele é inocente, pois estava com o Logan quando ocorreu um estupro no verão. Contudo, ele se recusa a contar para Veronica o que eles faziam... Finalmente esse caso do estupro está ficando um pouco mais interessante, porque agora envolveu alguém do círculo da Veronica, o Logan, e que tem um segredo que eu aposto que não será coisa boa. Vamos esperar pela evolução nos próximos episódios.

Gostei do Wallace nesse episódio. Depois de ser um idiota no episódio passado, ele ganhou duas possibilidades - ficar com um zero na matéria ou desistir dela. Como quer ser um engenheiro mecânico, ele se decide - escolhe o zero e pede um tempo para o técnico do time de basquete, ficando de fora do time por um semestre para se dedicar a matéria. Espero que ele consiga.

Frases:

Veronica: Do me a favor will ya? Don't do me anymore favors. (Me faça um favor, tá? E não me faça mais nenhum favor)

Wallace: I'm with her in the mercy thing. (Estou com ela quanto a coisa de ser piedoso).

Veronica: My would be mentor professor just gave me three days to prove I didn't plagerize a major paper. The universe is currently lying against me. So nothing is awesome. (O professor que seria meu mentor acabou de me dar 3 dias para provar que eu não plagiei um trabalho importante. O universo está atualmente contra mim. Então, nada é maravilhoso).

Wednesday, November 08, 2006

Supernatural - S02E01 - In My Time Of Dying - Warner

Agora que o episódio estreiou na Warner começarei a reprisar as reviews aqui para quem começou a acompanhar agora.

Bom início de temporada, apesar de ser um episódio triste (ok, só o final foi triste). Acho que o episódio teve tudo que os fãs esperavam, no entanto.

A temporada começa exatamente onde a anterior terminou, com o caminhão batendo no Metallicar. Os três estão bastante machucados, com a exceção do Sam que não está tão ferido. O pior é o Dean, ele teve danos no cérebro e ferimentos múltiplos nos órgãos, e está em coma. Além disso, ele tem uma esperiência fora do corpo, ou seja, seu espírito vê tudo o que está acontecendo, mas não pode fazer nada. John está de cama (quem assiste Grey's Anatomy já se acostumou a ver o ator Jeffrey Dean Morgan numa cama de hospital, li em algum lugar que ele disse se sentir em casa nessas cenas, hehehe).

Sobre convocar o demônio, suspeitei desde o começo que o John fosse fazer isso para salvar o Dean, mas eu num esperava que ele convocasse O demônio da série, e sim um ceifador. O interessante é que a proposta inicial do Jonh não é aceita (o que significa que o demônio não teme ao Colt, ou talvez foi um blefe para ver se conseguiria a vida do John também, o mais porvável).

A experiência do Dean também é interessante. Por dois aspectos: ele tenta fugir do ceifador; depois, ao saber que a Tessa é o ceifador e de ouvir ela dizer que se ele não partisse se tornaria exatamente aquilo que caçou a vida inteira, ele quase desiste de continuar. Só não desistiu porque o acordo do John com o demônio foi feito. Reparei também que o ceifador num gostou muito de ser possuído pelo demônio - esse é outro aspecto interessante do episódio - o demônio é realmente poderoso, ele pode possuir outros seres sobrenaturais.

A cena com a Ouija board foi MUITO engraçada. A minha favorita, com toda certeza. Achei que a idéia do Sam foi ótima, porque assim ele conseguiu se comunicar com o Dean.

Outro ponto importante do episódio - o segredo que John contou para Dean. Eu acho que tem a ver com o Sam (e pelo que tenho lido na Internet, várias pessoas concordam comigo), algo sobre a importância do Sam para o demônio e a importância de todas as outras crianças com poderes parapsicológicos, como o Max do episódio Nightmare e a menininha que eles salvam em Salvation (a mãe diz que às vezes parecia que a menina lia pensamentos).

Contudo, o pai não conta para o filho sobre o acordo com o demônio - porque é possível ver nas cenas o Dean ansioso esperando que os médicos tragam seu pai de volta.

Foi um excelente episódio. Algumas cenas foram extremamente bem filmadas (eu adorei a cena do café caindo no chão enquanto o Sam corre para ver o q aconteceu com seu pai). As atuações foram excelentes também. Fico impressionada com a atuação do Jensen nos episódios de Supernatural, porque ele está melhorando. A cena da despedida dele com o John foi emocionante. Esse episódio mostrou também, pela primeira vez, que o Sam e o John se importam com o Dean, apesar de não demonstrarem tanto (sempre na série é o Dean quem reune a família, quem luta por ela, foi o primeiro episódio em que os outros brigaram por ele).

Frases:

Dean - "I feel I'm in a slumber party" (eu sinto como se estivesse numa festa do Pijama).

John: You know when ... when you were a kid, I'd come home from a hunt, and after what I'd seen I'd be... I'd be racked. And you, you'd come up to me and you... you put your hand on my shoulder, you'd look me in the eye and... you'd say "it's okay, Dad". Dean... I'm sorry. (Você sabe quando... quando vc era uma criança, eu chegava em casa de uma caçada e depois de tudo o q eu via, eu ficava... eu ficava arrasado. E vc, vc vinha até mim e vc... vc colocava a sua mão no meu ombro, me olhava no olho e... vc dizia "está tudo bem, pai". Dean... Eu sinto muito).
Dean: Why ? (Por quê?)
John: You shouldn't have to say that to me, I should have been saying that to you. You know I put... I put too much on your shoulders, I made you grow up to fast. You took care of Sammy, you took care of me. You've did that, and you didn't complain, not once. I just wanted you to know that I'm so proud of you. (Você não deverua ter q dizer isso para mim, eu deveria estar dizendo isso para vc. Vc sabe eu pus... eu pus muito encargo nos seus ombros, eu fiz vc crescer depressa. Vc tomou conta do Sammy, vc tomou conta de mim. Vc fez isso e vc não reclamou, nenhuma vez. Eu só queria q vc soubesse q eu tenho tanto orgulho de vc).

Lica

Friday, November 03, 2006

Supernatural - S02E06 - No Exit - Spoilers

A essência dessa série é o relacionamento entre irmãos. Eu até admito que seja feito um episódio sem esse relacionamento, se o episódio for bem construído. Aconteceu algo parecido em Provenance, em que as coisas entre o Sam e a Sarah são relativamente mais importantes, mas o episódio foi bem construído e o Dean não foi totalmente excluído do episódio. Não é o caso aqui.

Agora que eu estava começando a gostar da Jo, não é que eles vão e mudam tudo? Bom, primeiro, eu acho que a namorada ideal para o Dean seria alguém que convivesse com as caçadas e que não fosse muito garotinha, se é que vocês me entendem. Nesse ponto a Jo é perfeita. Mas, ela age muito como uma criança mimada. Primeiro, ela contrariou tudo o que lhe foi pedido neste episódio. Depois, quando apareceu o espírito ou sei lá o que do serial killer, ela teve tempo de correr, de tentar lutar, mas aparentemente ela só gritou. Tudo o que deu errado foi por culpa dela mesma. Mas quem levou a culpa foi o Dean!

Ainda, sobre o lance de o John ser culpado pela morte do pai da Jo. Se fosse o próprio John dizendo isso, eu entenderia, porque ele tem a tendência a se culpar pelas coisas. Mas, pelo que entendi, o pai da Jo morreu quando ela era criança, no máximo uns cinco anos. Ela é mais nova que o Dean, mais ou menos cinco anos. Então, pode-se concluir que o John nessa época ainda era novato na caça (por essas contas - 4 anos, o Dean tinha 6 anos quando a mãe faleceu). O pai da Jo não. Quem fica de isca numa emboscada? O experiente ou o novato? Outra, o pai da Jo confiou a vida ao John, o que é uma grande responsabilidade. Eu não sei quanto a vocês, mas eu certamente estaria armada de alguma forma se fosse isca.

O mais intrigante - a Jo se lembra do John, a Ellen disse que ele era quase da família, mas os rapazes Winchester nunca ouviram falar deles. Tipo, eles eram crianças, se a amizade era ao nível de quase da família, porque não deixar os dois no bar, por exemplo, com a Ellen? Eles certamente ficariam mais seguros do que sozinhos... Toda essa história está meio sentido.

E o principal, a Ellen tinha o celular do John (celular que os rapazes não tinham, até o episódio do avião, lembram?), o que me leva a crer que eles mantinham algum contato. Por bem ou por mal. Só sei que a Ellen está escondendo alguma coisa nessa história. Ela contou a coisa de uma forma que fizesse a Jo não querer mais contato com o Dean, porque ela acha que vai perder a filha se as coisas continuarem como estão. Então, a verdade por trás dessa história ninguém sabe.

A primeira temporada parece que foi mais sobre o Sam e agora a segunda é mais sobre o Dean. Mas, me irritou profundamente ver o Sam como figurante. Porque foi isso que ele fez nesse episódio. Por isso, não gostei muito. Com relação ao ser sobrenatural da semana, eu achei bem feito. Tem duas coisas que temo - espíritos e ambientes muito minúsculos e claustrofóbicos. Esse episódio envolveu os dois. E isso foi bem feito.

No mais, ficou parecendo um episódio para encher linguiça.

Frases:

Dean: I think I know what we're dealing with here. It's the Stay Puft Marshmellow Man. (Eu sei com o que estamos lidando aqui. É o Homem de Marshmallow, Stay Puft) -> excelente citação de "Os Caça Fantasmas".

Sam: So, is this as glamorous as you thought it would be? (Então, isso é tão glamouroso quanto pensou que fosse?)
Jo: Except for all the pee-your-pants scares, yeah. (Excetp pelos sustos de mijar-nas-calças, sim)

Dean: Los Angeles, California.
Sam: What's in LA? (O que há em LA?)
Dean: Young girl's been kidnapped by an evil cult (Jovem garota foi capturada por um culto diabólico)
Sam: Yeah? Girl got a name? (É? A garota tem um nome?)
Dean: Katie Holmes.

Jo: Take it, it won't bite (Pegue, não vai te morder).
Dean: No? But your mom might (Não? Mas a sua mãe vai).